« A AUTORIDADE DO AMOR »



Feature image

« Jesus ensinava com autoridade e não como os escribas», ou seja, apresentava-se diante dos homens com a capacidade de atrair, de seduzir, de apaixonar, de vencer e convencer os corações, ao contrário dos escribas, dos doutores da lei, dos «donos» da fé e da religião! Jesus propunha o Reino de Deus com palavras que incarnava na própria vida; Jesus falava do Deus que experimentava em Si mesmo; Jesus anunciava uma revelação e um rosto de Deus que Se espelhava nEle mesmo! Exactamente ao contrário de tantos outros que falavam de Deus! Mas viviam contra Ele! Em Jesus «acontecia» a unidade entra a palavra e a vida; em Jesus a coerência era o «mote» da Sua pregação! A autoridade de Jesus era aceite, percebida, acolhida, porque se baseava no Amor, no Serviço, na Disponibilidade, na Entrega, na Misericórdia. A dos fariseus era uma proposta «fria», autoritária, incoerente, desencarnada das suas vidas, divorciada da sua existência! Havemos, todos nós, de aprender desta «autoridade» de Jesus para falarmos hoje ao mundo da fé que nos anima; havemos de nos tornar homens e mulheres da verdade na caridade, da fé na disponibilidade, da convicção no serviço gratuito, da confiança em Deus no testemunho real da nossa vida orante!







img


Capela da Missão



Total de Visitas: 399464

2012 @ jriwebpages